Wolfgang Muthspiel – Angular Blues (2020)

“Wolfgang Muthspiel, a quem The New Yorker chamou de “uma luz brilhante” entre os guitarristas de jazz de hoje, volta ao formato trio com Angular Blues, o quarto álbum do austríaco como líder, após dois aclamados lançamentos em quinteto e sua estreia em trio. Como Driftwood – o trio de 2014 que o Jazz Times apelidou de “cinemático” e “assombroso” – Angular Blues encontra Muthspiel emparelhado com o colaborador de longa data Brian Blade na bateria; mas em vez de Larry Grenadier no baixo, é Scott Colley, cujo som especialmente terroso ajuda a dar a esse trio sua própria dinâmica. Muthspiel alterna entre guitarra acústica e elétrica e, junto com seus originais caracteristicamente melódicos – incluindo destaques como a bucólica “Hüttengriffe” e a pensativa “Camino” – ele ensaia os primeiros padrões de sua jornada na ECM (“Everything I Love” e “I’ ll Remember April”), bem como sua primeira música com mudanças de ritmo no bebop (“Ride”). Angular Blues também apresenta uma única faixa composta exclusivamente para a guitarra, intitulada “Solo Kanon in 5/4”, com o delay eletrônico de Muthspiel imbuindo as rodadas barrocas com um brilho hipnótico.

Ajude-nos dando feedback!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.