Matt Parker – Present Time (2016)

“Present Time abre com “Noah’s Arc” e seu swing de blues é uma ótima forma de começar a audição e apreciar a fluidez profunda de Parker e o domínio das mudanças de ritmo. Mudando de tenor para soprano em “New Horizons”, Parker traz à mente as abordagens experimentais de Sam Newsome. Inspirada em Duke Ellington, “One for Duke” tem um toque oriental exótico, enquanto “Winter’s Gone” é um dueto cheio de alma para tenor e o vocal etéreo de Emily Braden. “I’m Confessing (That I love You)”, o padrão mencionado anteriormente, é tratado com um respeito nostálgico, mas fecha em um modo de swing mais livre e inesperado…”

Ajude-nos dando feedback!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.