Caetano Veloso – Abraçaço (2012)

O lendário Caetano Veloso, tido por muitos como o sucessor natural de João Gilberto quanto à universalidade de sua música, pode ser considerado instrumento de sua própria transformação ao longo de cinco décadas e, após alguns anos sem lançar material inédito, retornou com “Abraçaço”, um álbum moderno e cheio de vitalidade. O ecletismo tem sido a maior marca de Caetano em toda a sua trajetória. Abrindo mão dos significados e dos vícios que o termo MPB adquiriu pelo uso, Caetano insiste em nos fala da importância de estar aberto ao novo e de abraçar as circunstâncias como algo para além da música e que diz muito sobre nossa perspectiva e visão de mundo. Co-produzido pelo filho Moreno Veloso em parceria com Pedro Sá e com o baixista e tecladista Ricardo Gomes, que tem sido um grande colaborador para a sonoridade moderna do mestre, o álbum passa a sensação de um cantor em sua plenitude, ou seja, consciente das suas limitações e maduro como pessoa e como artista. A sutileza na mistura de gêneros e na elaboração das letras tem sido os elementos mais predominantes nos trabalhos mais recentes e isto torna a sua música muito mais fruída para aqueles que não tem a pretensão de intelectualizar as crônicas da vida. É romântico sem falar do amor dos amantes. É crítico sem ser panfletário. É na medida para os que estão em sintonia com o espírito destes tempos.

Ajude-nos dando feedback!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.