Vivaldi – The French Connection (2009)

“Título intrigante? Bem, pelo menos algumas das conexões francesas de Vivaldi são conhecidas: o embaixador francês em Veneza estava entre seus patronos e forneceu 12 concertos sem solista a um colecionador parisiense desconhecido. Adrian Chandler tomou três destes últimos como ponto de partida para um disco completo de concertos para flauta, fagote e violino nos quais, segundo ele, referências ao estilo francês são aparentes. Mas será que um ritmo pontuado aqui, uma chaconne ali e uma pitada de momentos Rameau são suficientes para fazer Vivaldi soar francês? Sabiamente, Chandler não afirma isso, embora sua concessão de que “o estilo de Vivaldi raramente é irreconhecível” seja brando; Vivaldi raramente soa como qualquer outra pessoa, mesmo no primeiro movimento do Concerto para Violino RV211, semelhante a uma grande abertura, a peça mais encharcada de francês neste disco. As chaconnes e frou frous melódicos encontrados em outros lugares podem sugerir francesidade para alguém tão sensível ao estilo do compositor quanto Chandler, mas para o ouvinte médio certamente soarão como Vivaldi da cabeça aos pés.”

Ajude-nos dando feedback!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.