Buddy Guy – Blues Singer (2003)

Há algo de enigmático em “Blues Singer”, de Buddy Guy, um álbum dominado por violão e canções pré-1960 de bluesmen nascidos no sul dos EUA. É como se o homem selvagem dos bares de Chicago tivesse sido escalado para a sequência de O Brother, Where Art Thou? ((filme Irmão, Onde Estás? (2000) Mas o truque compensa em um álbum maravilhoso, já que os arranjos tranquilos e minimalistas destacam a voz extraordinária de Guy. Além disso, o repertório o reconecta ao sul rural, onde o músico de 66 anos passou os primeiros 21 anos de sua vida.

Ajude-nos dando feedback!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.