Kátia Freitas – Kátia Freitas (1995)

Havendo se iniciado na música ainda nos anos 80, participou de eventos universitários e festivais locais na cidade de Fortaleza/CE, de onde retirou inspiração para se lançar como cantora profissional. Depois de participar como convidada em alguns discos de amigos à época, decidiu que seguiria seu próprio caminho e assim o fez. Como cantora, compositora e intérprete, Kátia Freitas lançou apenas dois discos, que foram bons o bastante para que se consolidasse como uma das principais expoentes da música cearense no âmbito nacional.

Com seu primeiro trabalho autoral, autointitulado, Kátia Freitas conseguiu penetrar no coração do seu público de uma forma muito expressiva.  O disco foi produzido por ela mesma em parceria com o guitarrista Cristiano Pinho, que também atuou como arranjador e diretor musical. Dona de rara sensibilidade musical e textual, suas letras e composições estão impregnadas de uma poesia introspectiva e crítica que doam ao álbum um toque sutil de simplicidade e beleza. E isto fica claro em canções como Um Qualquer, Anjos e Palavra. Só que isto não muda quando, no bom sentido, se apropria de canções de outrem, como é o caso de Música urbana 2 (Renato Russo), Coca-colas e iguarias (Valdo Aderaldo), Mal Nenhum (Lobão/Cazuza), Don’t try Suicide (Freddie Mercury) e Babe baby (David Duarte).

Coca-colas e iguarias, como música de trabalho, impulsionou o nome da artista para outras paragens. Segundo as fontes, foi extremamente bem executada nas rádios especializadas no sudeste do país e até incluída na coletânea A Gema do Novo (vol 2)”, da Rádio Musical FM de São Paulo. Juntamente com Anjos, ganhou videoclipe (veja abaixo), que chegou a ser veiculado na MTV Brasil e outros canais de TV pelo país.

Outro destaque é a belíssima Trip. Composta em parceria com Tarcísio Pequeno, a canção foi musicada em função da língua inglesa e tinha / tem potencial para se tornar um hit das rádios FM, porém, foi executada somente nas estações dedicadas a fina flor da MPB.

Referências:

2 comentários sobre “Kátia Freitas – Kátia Freitas (1995)

Ajude-nos dando feedback!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.