T-Model Ford – Bad Man (2001)

Embora o T-Model Ford seja do Mississippi, nem todas as suas influências são de lá – seu Blues elétrico e temperamental também deve algo a Chicago (Muddy Waters, Howlin ‘Wolf), Detroit (John Lee Hooker) e Texas (Lightnin ‘Hopkins). Claro que, Waters, Hooker e Wolf nasceram no Mississippi. Eles eram do sul, mas se mudaram para o norte e se identificaram com o Blues pós-guerra de lá. Mas Hooker também foi influenciado pelo som de Detroit e Waters e Wolf, pelo de Chicago. De onde se conclui que todos se influenciaram mutuamente. Então, é possível descrever a abordagem de Ford como norte/sul, ou, – a bem da verdade, – como uma combinação dos dois.

Gravado ao vivo no estúdio, Bad Man é uma mostra autêntica de como o bom blues deve ser. A música de Ford tem essência, tem alma, por isso ela é tão atraente. Enquanto artista, Ford não faz arranjos polidos, ele escava e os encontra por debaixo da emoção. Ele fala exatamente de como se sente. Como resultado, músicas como “Black Nanny“, “Ask Her for Water” e “Let the Church Roll On” têm o tipo de crueza e honestidade que faltam em alguns dos mais lindos álbuns do blues do século XXI. Igualmente memorável é o desempenho de Ford em “Back Door Man” música de Wolf. […] Embora este padrão de blues de Chicago tenha se repetido inúmeras vezes, Ford, ao invés de desgastar, conseguiu dar vitalidade à a música.

Bad Man, que é o quarto lançamento de Ford pelo selo Fat Possum, pode não ser o álbum mais inovador do ano de 2002, mas certamente não é superficial. Ao contrário, é um genuíno disco de Blues.

Referências:

Ajude-nos dando feedback!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.